Resenha: Assassin’s Creed – Renegado

Livro: Assassin’s Creed – Renegado
Série: Assassin’s Creed
Autor: Oliver Bowden
Editora: Galera Record

Um novo ponto de vista em Assassin’s Creed

Sinopse

Na Londres do século XVIII, Haytham Kenway é ensinado a lutar assim que se torna capaz de empunhar uma espada. Quando a propriedade da família é atacada — o pai assassinado e a irmã raptada —, Haytham defende seu lar da única maneira que pode: com sangue. Sem família, o menino é treinado por um misterioso tutor que o transforma num assassino mortal. Consumido pela sede de vingança, Haytham começa sua jornada em busca de retaliação.

Resenha
Bom pessoal hoje estou voltando com as resenhas e nada melhor do que falar de um livro da serie Assassins Creed. Este é o quinto livro, mas que por algum motivo foi lançado aqui antes do “Revelações” (o titulo pode ser diferente). Digo isso pq esse volume não é continuação da historia de Ezio e sim conta a historia de Haytham…
Como todos sabem os livros de Assassins Creed são adaptações dos games, e desde o primeiro volume lançado (Renascença) e o ultimo publicado no Brasil (A cruzada secreta), as adaptações sempre foram muito próximas do enredo do game, ou seja se você jogou algum jogo adaptado vai logo perceber que os capítulos são as fases do game com alguns detalhes e diálogos mais caprichados, mas isso não acontece em Assassins Creed Renegado.
Digo que a adaptação de Renegado fica diferente, logo ali na sinopse quem já jogou ou pesquisou nota algo diferente, pois este livro vai contar a historia de Haytham e não do Connor que aparece na capa. Sim muito marketing na escolha da capa que é idêntica a do jogo.
No começo quando li capítulos e mais capítulos da historia de Haytham eu estranhei muito, mas aos poucos eu fui entendendo e começando a gostar da jornada e do novo ponto de vista que o livro nos apresenta, aqui nos acompanhamos um Templário  sim isso mesmo Haytham é um templário  mesmo que com valores diferentes ele ainda é um deles, agora você me pergunta: Pq apresentar um Templário na historia de Assassins Creed? Eu respondo: Para enriquecer a obra como um todo, pois isso nos faz ver o outro lado da moeda e entender o contexto por uma visão mais ampla.
 
Eu não vou entregar muito do enredo para vocês, isso não iria ser legal nem ético da minha parte, pois creio que a grande maioria que lê resenhas e parar saber se o livro vale ou não pena o investimento, então é isso que vou fazer vou dizer se vale ou não o seu dinheiro.
Ali em cima eu disse que o livro pode ter sido vendido como a historia de um assassino mas na verdade é a historia de um templário  Isso em nada me atrapalhou pelo contrario a leitura e enriquecedora, pois alem de apresentar um novo ponto de vista no universo bem adaptado de Oliver Bowden, também mostra que ele sabe muito bem contar seu próprio ponto de vista da historia, para vocês terem um ideia eu comecei a jogar o Assassins Creed III onde essa historia acontece, e digo que a primeira missão do jogo na metade do livro, ou seja, ao ler o livro você vai conhecer muito mais do que quem somente jogou, no livro você consegue ter um contexto mais completo. 
Outro ponto importante é o tempo em que o livro se passa: Na revolução americana, aqui temos informações sobre a ocupação inglesa, como os ingleses pensavam ao chegar aqui e os diferentes interesses do povo, alem dos problemas que os índios tiveram com essa ocupação inglesa, os americanos que queriam no meio desse conflito todo.
 
Não vou me estender mais do que isso, pois creio que já falei bastante, espero que vocês tenham gostado e talvez tirado suas duvidas sobre comprar ou não este livro, espero que comprem e curtam a leitura deste belo volume.
Assassin’s Creed – Renascença         (vol. 1)
Assassin’s Creed – Irmandade             (vol. 2)
Assassin’s Creed – Cruzada Secreta   (vol. 3)

Assassin’s Creed – Renegado              (vol. 4)

 

8 thoughts on “Resenha: Assassin’s Creed – Renegado

  1. Minha prima tem a coleção do Assasin's Creed, bem, fiquei curioso pra ler.*Seguindo seu blog*Ah e obrigado pelo comentário no meu blog… apareça mais vezes (não esquece de me seguir).-Palavras Tóxicas-http://palavrastoxicas.blogspot.com.br/

  2. eu ja aceitei o fato do livro ser do pai do Connor e n ligo pra isso. estou na metade do livro e é muito bom, só tenho 1 pergunta e um "desabafo" quanto a isso tudo:pergunta:ele vai escrever depois o livro do Connor? por que tbm quero ver a vida do connor no livro e esse pelo visto terá muito pouco do personagem.desabafo: ok fazer a historia do pai do Connor, mas se vc vai fazer a historia da PORRA DO PAI DO CARA! n colocar a foto do cara ¬¬ foi muita sacanagem isso q fizeram pq enganaram as pessoas, vc compra achando q vai ser uma coisa e acaba sendo outra.(novamente estou gostando do livro,mas me sinto P da vida por terem me enganado desse jeito, espero ter tbm o livro do Connor contando toda a vida dele.)

  3. E ai João, então eu ainda não vi nenhuma noticia sobre um livro com a historia somente do Connor e acho bem dificil lançar um livro exclusivo dele pelo simples fato de ele não ter sido bem recebido lá fora como personagem. Por isso que já vamos ter um outro jogo com outro protagonista.Sobre a capa eu tambem achei injusto, e pensei o mesmo quando comecei a ler, mas infelizmente o marketing se torna mais importante na escolhas das editoras.Mas pra finalizar eu gostei do livro e me cativei pelo personagem do Haytham, ele acaba conquistando o leitor.

  4. Bom eu, comecei a ler o livro e estou gostando muito, eu tinha lido apenas o renascença e não aguentei e comprei renegado, e para minha surpresa falava mais sobre Haytham, sobre o ponto de vista dele… isso é muito legal…

    Mas eu acho desnecessário um livro apenas sobre a história de connor, por que o jogo por si só já conta a história dele, desde sua infância até depois de completar sua missão final, já Haytham, não sabiamos quase nada sobre suas origens, então acho que foi uma boa sacada, do livro ser mais focado nele….

  5. Colegas ainda não tenho vídeo-game, por tanto não joguei o game da série, mas já tenho noção da grandiosidade dela. Ao meu ver se eu começar a ver os livros e depois jogar será uma experiência muito maior do que quem jogou e depois leu, creio eu.

    • Verdade eu fiz essa experiencia e gostei muito, você joga e vai reconhecendo as partes do livro, neste em questão eu não recomento, pois o livro acaba sendo um prologo do jogo em questão. Mas não deixa de ser um ótimo livro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s